SlideShow

[Tutoriais][slideshow]

Quantum Go é o smartphone brasileiro com preço para peitar Xiaomi

O smartphone brasileiro  Quantum Go começou a ser vendido na última quarta-feira por preços que variam de R$ 699 a R$ 899. O produto é fabricado pela Quantum, uma empresa ligada à Positivo Informática. Os consumidores poderão escolher entre os modelos com 16 GB por R$ 699; 32 GB por R$ 799; e 4G e 32 GB por 899. Este último é o top de linha, com direito a internet de quarta geração.
Os preços dos aparelhos seguem a estratégia de venda da marca que valoriza o “menos é mais”. Inspirada na chinesa Xiaomi, a ideia da equipe foi de acabar com intermediários para a venda de seus celulares. Eles baratearam o produto no meio do caminho.

Desde a meia-noite, o Quantum Go é vendido no site oficial e nas lojas online Shoptime e Submarino. A aposta na venda por meios digitais é tão intensa que até mesmo nos 20 quiosques físicos da Quantum – espalhados por 16 cidades do país – os clientes precisam acessar a internet para comprar o celular.
Quanto aos detalhes do aparelho em si, não há grandes novidades: trata-se de um smartphone dual-chip com tela AMOLED de 5 polegadas e resolução HD (1280 x 720 pixels), CPU octa-core de 64 bits a 1,3 GHz (MediaTek MT6753), processador Mali-T720 de 450 MHz e memória DDR3 de 2GB. Tudo funciona com o sistema operacional Android 5.1 Lollipop.
O design do Quantum Go recebeu grande destaque durante o evento. Pesando 115 gramas, o celular tem espessura de 6,5 mm. Para efeito de comparação, é 14 g mais leve e 0,4 mm mais "magro" que o iPhone 6. O acabamento metalizado e o layout de botões minimalistas fecham o pacote. A empresa ainda vende uma série de capinhas com duas cores.

Além disso, o Quantum Go conta com câmera traseira de 13 megapixels e frontal de 5 megapixels com abertura de 84°, desenvolvida especialmente para quem não quer sacrificar a paisagem ao tirar selfies. O celular tem opções 3G e 4G, e, no segundo caso, é compatível com frequências de 1800, 2600 e 700 MHz. Há ainda rádio FM e sintonizador de TV digital.
O aparelho é competitivo para sua faixa de preço. A dúvida que fica está relacionada com a bateria de 2.300 mAh. A equipe da Quantum não informou o tempo de autonomia com o celular em uso, mas ressaltou que a presença do Android Lollipop e a tela AMOLED auxiliam na economia de bateria.
Há uma opção para entrar em modo preto e branco quando restar apenas 15% de carga disponível. Segundo a Quantum, seu acionamento pode diminuir em 20% o consumo de energia. Vale lembrar que a tela AMOLED não usa luz ao exibir pixels da cor preta.


Outra questão é a durabilidade do aparelho. O Go vem revestido com Gorilla Glass em todos os lados para lidar bem com quedas. Na mão, o aparelho parece  mais resistente do que o peso sugere.



Fonte: Tech Tudo


Nenhum comentário :